Viajar no inverno: partiu curtir a Europa

Comparador de cursos universitários

Ainda não adicionou cursos ao comparador.
Utilize o motor de busca e compare cursos

Especial Viagens pelo Mundo

Conheça aqui os pacotes de férias exclusivos para usuários Universia. Tenha 10% de desconto + parcelamento em 24X

Férias de final de ano são sinônimo de sol, praia, calor...isso se você estiver no Brasil ou em outras regiões do hemisfério sul. Nessa época do ano, para os países que ficam acima da linha do Equador, é tempo de tirar o casacão do armário e curtir as temperaturas abaixo de zero.

Se suas férias estão marcadas entre os meses de dezembro e março, período de inverno no hemisfério norte, não tenha medo de se aventurar pelas regiões mais frias. Uma boa opção de passeio para curtir fora do Brasil nessa época do ano é embarcar em uma Eurotrip e conhecer um pouco da verdadeira Europa, sem filas, com poucos turistas, paisagens cobertas de neve e, principalmente, pagando muito menos por isso.

São inúmeras as vantagens de embarcar para os países europeus no frio e, ao contrário do que muitos acreditam, a sua viagem não será prejudicada pelas baixas temperaturas. O inverno pode oferecer passeios, opções gastronômicas e paisagens que são exclusivas dessa estação e proporcionam uma experiência ainda mais impactante do que conhecer esses destinos no verão, quando as temperaturas podem alcançar a casa dos 40º e a sensação térmica fica muito semelhante à do nosso país.

O Contiki, empresa especializada em roteiros customizados para viajantes de 18 a 35 anos, conta com diversas opções de roteiros para curtir a Europa no inverno, de acordo com o perfil de cada viajante. Para te ajudar a mergulhar sem medo nessa experiência gelada (mas que não é uma fria!), veja as dicas do Contiki e confira aqui as opções de pacotes disponíveis.

1. Temperaturas mais baixas e preços também
Conhecer a Europa pagando menos é um dos principais atrativos de viajar para lá no frio. Com a chegada da baixa temporada, os preços dos hotéis e passagens aéreas costumam despencar, resultando em pacotes mais em conta, e fazendo com que sobre um dinheirinho para gastar nas lojas e shoppings, que nessa época estão todos em promoção.

2. Europa VIP
“Ué, onde estão as filas? ”. Você provavelmente fará essa pergunta a si mesmo quando chegar ao Museu do Louvre e não encontrar centenas de visitantes enfileirados, esperando ansiosos para dar uma espiadinha na Mona Lisa, pintura de Leonardo da Vinci, que costuma ficar rodeada de turistas. As filas mais curtas, atrações quase vazias e menos tempo para comprar os tickets de entrada são mais alguns benefícios de embarcar para a Europa no frio. Você vai se sentir um viajante VIP!

3. Let it snow!
Já imaginou ver de perto os flocos de neve caindo do céu? Telhados, parques, carros e a rua toda ficam cobertos por um tapete branquinho e gelado, compondo uma paisagem de tirar o fôlego. Junto da neve vem a temporada de esportes de inverno, com ski e snowboard, praticados em regiões montanhosas e mais frias, e a patinação no gelo, que pode ser facilmente encontrada nas grandes metrópoles.

4. Natal e Ano Novo na Europa
Quem viajar em dezembro pode aproveitar o clima das festas do final de ano. As lojas, monumentos e casas ficam todos decorados para o natal, com luzinhas que piscam e deixam os passeios noturnos pelas cidades ainda mais encantadores. Além disso, essa é a época dos famosos mercadinhos de Natal, que são montados como feirinhas nas ruas e comercializam doces, guloseimas, artesanatos e outros itens típicos da época.

Antes de embarcar...

Como preparar a mala para viajar no inverno, eis a questão! Muitos se pegam assustados, com a mochila aberta sobre a cama e sem saber muito bem o que levar ou não para uma temporada de frio no exterior. Apesar de a escolha dos itens ser algo bastante pessoal, existem algumas peças de roupas e acessórios que são essenciais e não podem ficar de fora da bagagem. Veja no infográfico a seguir:

1. Casaco grosso:
Você já pode imaginar que um bom casaco é peça essencial para se manter aquecido durante o inverno europeu. É interessante que ele tenha zíper ou botões para poder ser fechado e proteger o corpo contra o vento e a friagem. Forro, bolsos e gorro deixam o casaco ainda mais equipado. Dica: Para evitar muito volume na mala, leve apenas um casaco de cor neutra e varie nas blusas, suéteres e cachecóis.

2. Bota ou tênis:
Se o destino da sua viagem é um País com temperaturas não tão frias, um tênis pode ser uma boa opção, pois é confortável e ótimo para longas caminhadas, além de aquecer o pé. No entanto, se você for visitar regiões mais geladas e com nevascas constantes, talvez seja interessante levar uma bota de couro ou tecido impermeável.

3. Luva, cachecol, gorro e meias:
Esses serão seus melhores amigos durante a viagem de inverno, já que as extremidades, como pés e mãos, são os lugares pelos quais mais perdemos calor. É interessante levar mais de uma unidade de cada, para poder variar. Se preferir, deixe para comprar quando chegar ao destino, mas leve alguns do Brasil para aguentar o frio na hora do desembarque.

4. Peças térmicas:
As peças térmicas podem ser encontradas em lojas de artigos esportivos, podendo ser calças, blusas ou meias. Elas devem ser colocadas embaixo da roupa normal e funcionam como uma proteção extra contra o frio. Se você não tiver as peças térmicas, compre malhas de algodão, que também ajudam a aquecer.

5. Blusas de lã:
Leve entre duas e quatro blusas de lã, dependendo do tempo que ficará fora. Elas também são usadas juntamente com o casaco e, além de aquecer, dão um toque de estilo ao visual.

Conheça a seguir os pacotes exclusivos do Contiki para usuários Universia Brasil:

 

 

 

 

 

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.